PAR Teatros - Em 2021 a PAR Produções assume a direção do Teatro Candido Mendes. O Teatro, pertencente à universidade de mesmo nome, possui espaços para espetáculos variados, voltados para o público de todas as idades. Assumindo a gestão do Teatro Candido Mendes, a PAR Produções está tomando todas as medidas de segurança para o enfrentamento da Covid-19, para garantir o melhor conforto e atendimento ao público.

Queremos que você se junte a nós nesta retomada.

Confira a nossa agenda e garanta os seus ingressos antecipadamente.

Agenda Novembro | 2021

2 - Ambulare Produções.JPG.jpg

Casa da Comédia Carioca
Sex, Sáb e Dom
Acesse o link abaixo para conferir a programação completa 
(05 a 28 | Novembro | 2021)

A Casa da Comédia Carioca é o mais novo Comedy Club do Rio de Janeiro. Localizado em Ipanema, anexo ao Teatro Candido Mendes, o projeto visa receber o melhor da comédia para levar o riso para o Carioca. A partir de Setembro, todas as Sextas, Sábados e Domingos, a Casa da Comédia Carioca irá receber os grandes nomes do humor nacional sempre com sessões acessíveis e para todos os gostos.

chapeuzinho.jpeg

Chapeuzinho Vermelho
Sábados e Domingos - 16:30
(05 a 28 | Novembro | 2021)

Tudo começa quando uma menina atravessa a floresta para entregar uma cesta de doces para sua avó, que está doente. Pelo caminho, a menina é vista por um Lobo Mau faminto, que fará de tudo para conseguir pegar as cestas de doces. Será que ele conseguirá? A peça ‘Chapeuzinho Vermelho’ tem produção da companhia Nós do Asfalto

_jujohnsson_dia2-65 - Carlos Augusto Marinho.jpg

O Doente Imaginário
Terças - 20h
(02 a 23 | Novembro | 2021)

Os tão familiares três sinais que anunciam o começo dos espetáculos tiveram origem nas icônicas “pancadas de Molière”. Ao ouvir o som das batidas secas no chão, o público era convidado a silenciar e assistir a realidade a partir do olhar mágico do teatro. Às vésperas do aniversário de 400 anos do nascimento de Molière e após tanto tempo afastados desse olhar, evocar essas icônicas batidas se tornou inadiável.

por onde ela vai.jpeg

Por Onde Ela Vai
Quartas e Quintas - 20h
(03 a 25 | Novembro | 2021)

Por Onde Ela Vai conta histórias de pessoas que encontram a voz de Maria Bethânia e vivem desfrutando das palavras que voam da garganta da menina dos olhos de Oyá. Ela vive no breu da noite em cada amor, em cada lugar, ela é presente no sol, e no luar que vem com a solidão. Ele cega com seu som, imaginam que ele vem soltando foguetes. Os olhos olham para ele, mas não o alcançam. Maria Bethânia canta para um casal, para uma mulher que fora deixada, para um garoto que vive seu primeiro amor. Ela canta para todas e todos... E o que faz o seu encanto? O que dançamos para Bethânia? Compondo com os corpos que dançam, vozes que cantam, corações que amam, reunem-se a melodia, os silêncios, as cores e outros elementos tradicionais da estética construída pela cantora. Fazemos um convite ao público para dançar, cantar, amar e se deleitar com a imensidão de Bethânia conosco. Atravessando discos e gerações, sua voz rasga o ar e toma os corpos num embalo de poesia, encanto e emoções.

a feminina.jpeg

MULHERES, a feminina no som
Quintas - 20h
(04 a 25 de Novembro | 2021)

Segundo o filósofo Sócrates, a mulher deveria ter um papel muito ampliado na sociedade de Atenas. Ele dava especial importância ao fato de que as mulheres deveriam ter acesso a uma educação "tão completa quanto os homens". Pensava que essa elevação das mulheres ao mesmo tempo "status" dos homens na sociedade não era um favor, mas sim uma manifestação de justiça. E com o passar dos anos, a mulher foi conquistando o seu espaço na sociedade, ocupando cargos que antes era ocupado somente por homens, dando voz as suas vontades deixando de lado o medo de mostrar os seus talentos. Hoje, vemos mulheres, na política, no esporte, nas empresas ocupando cargos de chefia, nas artes (antes chamadas de prostitutas) e com uma voz pra cantar por todo o mundo. E foi pensando nessa mulher, que nasceu "Mulheres, a feminina no som". Um show que tem como objetivo, homenagear mulheres cantoras, compositoras e intérpretes da música popular Brasileira como: Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Marisa Monte, Zélia Duncan, Marina Lima, Rita Lee, Maria Bethânia, Luedji Luna, Iza, Elis Regina dentre outras. Passeando por todos os estilos e épocas, envolvendo o publico não só com a música, mas sim, com toda a emoção criada por cinco mulheres no palco. Cada música cantada é uma história contada. E deixando claro, que lugar de mulher também é no palco.

LIVES FOTO - PROVISÓRIA - ÓPERA PRIMA TEATRAL.jpg

Lives
Sex, Sáb e Dom - 22h

(05 a 28 | Novembro | 2021)

No palco, os personagens vivenciam uma paralisia semelhante a que vivemos hoje com a pandemia, partem em uma retrospectiva mental de sua vida, buscando a compreensão daquele momento e vivenciam de forma humorada a degradação de uma sociedade. Os personagens revivem encontros, relembram suas trajetórias, e reencontram o amor.